quinta-feira, 23 de junho de 2011

O CADERNO

video

Oficina de Jogos com a Equipe de Supervisão Escolar

Jogos de Alfabetização:

                                 Bingo de sons



Objetivos didáticos:

- compreender que as palavras são compostas por unidades sonoras;
- perceber que palavras difíceis possuem partes sonoras iguais;
- identificar a sílaba como unidade fonológica;
- desenvolver a consciência fonológica, por meio da exploração dos sons iniciais das palavras (aliteração);
- comparar palavras quanto à semelhanças sonoras.

Público alvo:

Alunos em processo de alfabetização, que precisam perceber que a palavra é constituídas de significado e seqüência sonora e que é necessário refletir sobre as propriedades sonoras das palavras, desenvolvendo consciência fonológica.

Finalidade:

Vence o jogo quem primeiro completar a sua cartela, marcando todas as figuras.

Jogadores 2 a 15 jogadores ou duplas

Componentes:
           
- 15 cartelas com seis figuras (cada cartela) e as palavras escritas correspondentes às figuras.
- 30 fichas com palavras escritas
- Um saco escuro para guardar as fichas de palavras.

Regras:
- Cada jogador ou dupla de jogadores recebe um cartela.
- A professora sorteia uma ficha do saco e lê a palavra em voz alta.
- Os jogadores que tiverem, em sua cartela, uma figura cujo nome se inicie com a mesma sílaba da palavra chamada, deverão marcá-la.
- O jogo termina quando um jogador ou uma dupla marcar todas as palavras de sua cartela.


                                   Caça – rimas


Objetivos didáticos:

                                           



- Compreender que as palavras são compostas por unidades sonoras
- perceber que palavras difíceis possuem partes sonoras iguais;
- desenvolver a consciência fonológica, por meio da exploração de rimas;
- comparar palavras quanto às semelhanças sonoras.

Público alvo:

Alunos em processo de alfabetização, que precisam perceber que a palavra é constituída de significado e seqüência sonora e que é necessário refletir sobre as propriedades sonoras das palavras, desenvolvendo consciência fonológica.

Finalidade: Vence o jogo quem localizar corretamente mais figuras cujas rimas com os nomes das figuras que estão numa cartela.

Jogadores: 4
Componente:
- 4 cartelas iguais com 20  figuras
- 20 fichas pequenas com uma figura em cada

Regras:

- Cada jogador recebe uma cartela.
- As 20 fichas de figuras são distribuídas igualmente entre os jogadores. (cinco fichas para cada jogador)
- Dado o sinal de inicio do jogo, cada jogador deve localizar, o mais rápido possível, na sua cartela, as figuras cujas palavras rimam com as das fichas que estão em suas mãos. Cada ficha deve ser colocada em cima da figura correspondente na cartela.
- O jogo pe finalizado quando o primeiro jogador encintar o par de todas as fichas que recebeu. Esse jogador deve gritar. “parou”, e todos devem contar quantas fichas foram coladas corretamente por cada jogador.


Bingo letra inicial

Objetivos didáticos:
- compreender que as palavras são compostas por unidades sonoras menores;
- identificar a sílaba como unidade fonológica;
- segmentar palavras em sílabas;
- comprar palavras quanto ao número de sílabas

Público-alvo:
            Alunos em processo de alfabetização, que precisam perceber que a palavra é constituída de significado e seqüência sonora e que precisam refletir sobre as propriedades sonoras das palavras, desenvolvendo consciência fonológica.

Finalidade:   Vence o jogo quem tiver mais fichas ao final
Jogadores: dois jogadores ou duas duplas.
Componentes:

- 30 fichas com figura nomes variam quanto ao número de sílabas.

Regras:

- As fichas devem ser distribuídas igualmente entre os dois jogadores. Estes as organizam de forma que fiquem com as faces viradas para baixo, uma em cima da outra, formando um monte.
- O primeiro jogador desvira a primeira ficha de seu montinho ao mesmo tempo em que o seu adversário também desvira uma ficha do montinho dele.
- O jogador que desvirar a ficha cuja apalavra contiver maior quantidade de sílabas ganha a sua ficha e a ficha desvirada por seu adversário.
- Se duas palavras coincidirem quanto ao número de sílabas, cada jogador que desvirar mais uma ficha do seu montinho até que haja uma diferença quanto ao número de sílabas leva todas as fichas desviradas na jogada.
- O vencedor será quem, ao final do jogo, conseguir ficar com o maior número de  fichas.


Objetivos didáticos:

- conhecer o nome das letras do alfabeto;
- compreender que as  sílabas são formadas por unidades menores;
- compreender que, via de regra, a cada fonema, corresponde uma letra ou conjunto de letras (dígrafos);
- identificar o fonema inicial das palavras;
- estabelecer correspondência grafofônica ( letra inicial e fonema inicial);
- comparar palavra que possuem unidades sonoras semelhantes;
- perceber que palavras que possuem uma mesma seqüência de sons tendem a ser escritas com a mesma seqüência de letras.


Público–alvo:

            Alunos que estejam em processo de alfabetização, mas não compreendem ainda dos princípios do sistema alfabético de escrita, tal como o de que há unidades sonoras menores que as sílabas ou mesmo os que, embora tenham tal compreensão, precisem consolidar as correspondências grafofônicas. O fato de deparar-se com um conjunto de palavras semelhantes, que se diferenciem por apenas uma letra, podem também ser útil para alunos que ainda não tenham consolidado a idéia de que os segmentos sonoros semelhantes são grafados pelo mesmo conjunto de letras em uma mesma ordem. O jogo é indicado também para os que estejam com dificuldades em aprender o nome das letras.


Finalidade:

Ganha o jogador que completar primeiro a cartela com as letras que formam as palavras representadas pelas figuras


Jogadores: 4 a 9 jogadores ou duplas.

Componentes:

- 9 cartelas com figuras e palavras faltando as letras iniciais
- Fichas com as letras que completam todas as palavras de todas as cartelas
- Saco escuro para colocar as fichas das letras

Regras:

- Cada jogador (ou dupla) recebe uma cartela.
- Um dos jogadores (ou outra pessoas) retira uma letra do saco e diz o nome da letra
- Os jogadores verificam se estão precisando da letra para completar alguma das palavras e, caso algum deles precise, grita o  nome da letra.
- O jogador recebe a ficha com a letra sorteada e a coloca na célula correspondente à palavra.
- Nova letra é sorteada, e o jogo prossegue até que um dos jogadores complete sua cartela

                          Palavra dentro de palavra


Objetivos didáticos:
-compreender que as palavras são compostas por unidades sonoras menores;
-perceber que palavras diferentes possuem partes sonoras iguais;
-compreender que uma seqüência de sons constitui uma palavra pode estar contida em outras palavras.
- segmentar palavras, identificando partes que constituem outras palavras.

Público-alvo: Alfabéticos

Finalidade:
Ganha o jogo quem formar mais pares de palavras usando as fichas que recebeu.

Jogadores: 2,3 ou 4 jogadores ou grupos.

Componentes:
-24 fichas de cor azul contendo figuras e as palavras correspondentes.
-12 fichas de cor vermelha, contendo figuras cujas palavras se encontram dentro de algumas palavras das fichas azuis.

Regras:
- As 12 fichas de cor vermelha são distribuídas igualmente entre os jogadores.
- As fichas de cor azul devem ficar em um monte, viradas para baixo, no meio da mesa.
- Decide-se quem iniciará o jogo e a ordem das jogadas.
- Dado o sinal de início do jogo, o primeiro jogador deve desvirar uma ficha do monte e verificar se, entre as suas fichas vermelhas, há alguma que apresenta “a palavra dentro da palavra” da ficha azul que foi desvirada. Caso encontre um par, o jogador deve baixá-lo sobre a mesa; se nenhuma de suas fichas vermelhas tiver uma “palavra dentro da palavra” que foi desvirada ou o jogador não percebe o par, ela é descartada, e o jogo continua.
- O próximo jogador pode pegar a ficha que foi descartada ou uma ficha que estiver no monte e dar continuidade ao jogo.
- O jogo termina quando acabarem as fichas do nome.

                                     Quem escreve sou eu


Objetivos didáticos:
- consolidar as correspondências grafofônicas, conhecendo as letras e suas correspondências sonoras;
- escreve palavras com fluência, mobilizando com rapidez, o repertório de correspondências grafofônicas já construído.

Público- alvo: Alfabéticos

Finalidade:
Ganha o jogo quem conseguir escrever mais palavras corretamente.

Jogadores: 4 jogadores ou 4 duplas

Componentes:

- 1 dado de 8 lados
- 4 cartelas de cores diferentes com 8 figuras numeradas em cada cartela
- a cartelas de correção

Regras:

- Coloca-se uma das cartelas com as figuras no centro da mesa, virada para cima e deixa-se a cartela de correção correspondente virada para baixo.
- Cada jogador deve providenciar papel e lápis para escrever as palavras durante o jogo.
- Tira-se no dado quem iniciará o jogo. Quem tirar mais pontos no dado começa o jogo.
- Os jogadores decidem quantas partidas serão jogadas.
- O primeiro jogador lança o dado. O número indicado no dado irá apontar o número da figura da cartela cuja palavra deverá ser escrita pelo jogador.
- O jogador escreve a palavra em seu papel, sem mostrar para o colega, e passa o dado para o jogador seguinte.
- O mesmo procedimento é seguido pelos demais jogadores. Não há problemas que jogadores diferentes escrevam a mesma palavra, já que a escrita só será revelada ao final do jogo, no momento de conforto com a cartela de correção.
- Ao final do número de partida combinado entre os jogadores, a cartela de correção é desvirada e cada jogador verifica quantas palavras escreveu corretamente.

                                                     Batalha de palavras
 

Próximo encontro de Professores Alfabetizadores 10/08

Oficina de jogos de Matemática




 

 Professora Paola e sua prática pedagógica:

3º Encontro de Professores Alfabetizadores de São Pedro da Aldeia

Matemática na alfabetização